O Test behind the Great Firewall of China, confirmou mais uma vez que nosso blog ESTÁ BLOQUEADO NA CHINA. A máquina repressiva impede o acesso em Pequim (confira); em Shangai (confira); e agora em Guangzhou (confira). Hong Kong é a exceção (confira). Enquanto Pequim não cobrar medidas coercitivas dos seus correligionários brasileiros ou da Teologia da Libertação, este blog continuará na linha católica anti-comunista, pelo bem do Brasil. MAIS

terça-feira, 29 de maio de 2012

Apresentador de TV denuncia iogurtes contaminados e some

Zhao Pu
Zhao Pu
O apresentador da TV nacional chinesa, Zhao Pu, desapareceu após alertar sobre um escândalo de iogurtes adulterados. A denúncia partiu da organização Repórteres Sem fronteiras (RSF) e foi publicada no jornal “El Mundo”, de Madri.

Apresentador habitual de programas vespertinos no canal estatal CCTV, Zhao, 40, escreveu no seu microblog, em 9 de abril, uma mensagem alertando para a gelatina tóxica presente em iogurtes e outros alimentos.

Foi o último dia em que foi visto nas telas. A CCTV nada informa sobre sua desaparição. Segundo a RSF, ele pode ter sumido por “pedido do governo que, como em anteriores escândalos alimentares, quer suprimir qualquer comentário sobre uma questão muito sensível”.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Filmes revelam horrores do genocídio praticado pelo socialismo chinês

Campanha contra os direitistas
O cineasta chinês Wang Bing rodou dois filmes sobre os capítulos mais sinistros da revolução socialista chinesa, noticiou o site Slate.

O primeiro deles foi a campanha de 1957 contra os “direitistas”, verdadeiro episódio de repressão em massa.

Centenas de milhares de chineses foram deportados para campos de concentração. Foi montado assim um goulag, semelhante aos da Rússia, no deserto de Gobi, onde os prisioneiros morriam como moscas, de frio, esgotamento e maus tratos.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

China intoxica além de todos os limites o ar que respiram seus habitantes

A China admitiu que dois terços de suas cidades ultrapassaram o limite máximo de poluição atmosférica além do qual o ar se torna perigoso para a saúde, noticiou o jornal parisiense “Le Monde”.

Pressionado pela insatisfação popular, o governo prometeu mais uma vez pôr fim à desastrosa situação. As novas normas anunciadas pretendem atender às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), mas na prática fixam tetos três vezes mais elevados que os preconizados pela OMS como fronteira do perigoso.

A ditadura chinesa é acusada com frequência de não ligar para a gravidade da poluição provocada pelo seu desenfreado esforço por uma hegemonia econômica mundial.